Evento Raio-X da Profissão Contábil debate o futuro da atividade

O Conselho Regional de Contabilidade do Ceará (CRC/CE) promoveu, na última sexta-feira (10), o evento Raio X – Desafios da Profissão Contábil. O evento aconteceu no Hotel Praiano, em Fortaleza, reunindo cerca de 80 pessoas, dentre elas representantes de instituições de ensino superior da área, entidades de classe, empresários contábeis, delegados do CRCCE, conselheiros e representantes do Conselho Federal de Contabilidade (CFC).

Na ocasião, os principais desafios do futuro da classe contábil foram debatidos, com ênfase no cenário socioeconômico atual e projetando horizontes para a profissão contábil no Brasil. Idealizado pelo vice-presidente da Câmara de Desenvolvimento Profissional (Desprof), Eduardo Araújo, “o encontro foi organizado no sentido de esclarecer os pontos que estão sendo discutidos e veiculados na mídia nacional e que afetam a vida tanto dos atuais profissionais da contabilidade como estudantes que irão ingressar no mercado de trabalho”.

Na abertura, o presidente do CRCCE, Robinson de Castro, destacou a importância do evento para o atual momento e destacou a adaptação dos novos profissionais e estudantes diante do avanço tecnológico. “Hoje temos uma percepção clara de como a sociedade nos enxerga e como devemos atuar daqui pra frente, levando todas as categorias para um repensar e  uma adaptação fundamental para a sociedade”, discursou Robinson. Em seguida, os convidados assistiram ao vídeo do presidente do Conselho Federal de Contabilidade, o contador  Zulmir Ivânio Breda.

Os presidentes das entidades de classe, Manuel Pinheiro, do Sindicato dos Contabilistas no Estado do Ceará (SINDICONT), Daniel Sales, da Associação dos Contabilistas do Estado do Ceará (ACONTECE) e Gilson Castro, do Sindicato das Empresas Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisa no Ceará (SESCAP) abriram os debates e analisaram a organização do exercício profissional com proficiência, ética e valorização da classe contábil.

O painel sobre “Formação Acadêmica do Profissional de Contabilidade para Atendimento das Exigências e Necessidades do Mercado Profissional”, apresentado pela professora da Universidade Federal do Ceará (UFC), Daniele Augusto Peses, permitiu ao público dialogar sobre o tema.  O painel contou com participação dos conselheiros, professor Douglas Willyam Rodrigues, coordenador da Faculdade Rainha do Sertão (Quixadá – CE) e Welynadia Rodrigues Pereira, também coordenadora do curso de Ciência Contábeis do Centro Universitário Estácio.

A professora Daniele Peses, da UFC, destacou a integração necessária entre universidade e mercado de trabalho. “A formação do futuro contador se inicia na universidade, mas perpetua no mercado de trabalho. Esse dois elementos precisam estar sempre em conciliação”, frisou.

O evento contou ainda com dois painéis. “A Contribuição da Contabilidade no Assessoramento da Gestão Empresarial” foi coordenado  pelo conselheiro do CRCCE, Valdemir Alves, e apresentado pelo presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Ceará (FCDL), Freitas Cordeiro. Logo após, o evento se encerrou com o debate sobre  “A Profissão Contábil, sob o viés da Essencialidade e da Ética”, apresentado  pela vice-presidente de Fiscalização e Ética do CFC, a contadora Sandra Batista.  O painel contou com a participação do coordenador  da Comissão de Perícia do CRCCE, Pretextato Melo,  além do presidente da ACONTECE, Daniel Sales e da conselheira Cláudia Dias.

“Esse evento foi de suma importância por trazer realmente um raio-X da profissão contábil e tomarmos medidas para o futuro e não venhamos a sofrer com as mudanças que estão acontecendo com essa revolução tecnológica”, conclui o delegado do CRCCE, em Juazeiro do Norte (CE), Antonio Quirino Gomes.